Igreja Virtual
Faça Parte
Mantenedores
Atividades
Ministério
Membros
Online
Parceiros
Campanhas

José Serra, candidato a presidente, participa do Congresso Missionário Gideões

 candidato do PSDB à Presidência da República, José Serra, foi ao evento evangélico em Santa Catarina no sábado (1), quando foi comemorado o Dia do Trabalho. A campanha tucana queria evitar comparações com agenda trabalhista da adversária Dilma Rousseff (PT), em São Paulo

Em princípio, Serra estudou a possibilidade de ir a algum evento relacionado ao Dia do Trabalho na capital paulista. No entanto, foi orientado por sua equipe a mudar ideia por conta do tamanho das festas preparadas para Dilma pelas centrais sindicais. Ela, inclusive, foi acompanhada pelo presidente Luiz Inácio Lula da Silva.

Longe de São Paulo, Serra participou do 28.º Congresso Internacional de Missões dos Gideões Missionários da Última Hora. O convite foi feito pelo pastor Everaldo Pereira, presidente do PSC, sigla com a qual os tucanos buscam aliar-se. Organizadores do evento inicialmente estimaram um público de 20 mil evangélicos. Para o PSDB, a agenda proporcionou maior retorno eleitoral.

O evento é promovido pela ONG (Organização não-governamental) “Gideoes das Missões de Última Hora”, fundada no fim dos anos 1970 pelo pastor Cesino Bernardino. Instalada em 24 países, o grupo organiza do congresso de missões desde 1984. Este ano espera contar com 170 mil participantes.

Ao participar de um evento religioso em Santa Catarina, na noite deste sábado, o pré-candidato à Presidência da República pelo PSDB, José Serra, fez um discurso repleto de referências à Bíblia e pediu orações ao público.

De acordo com a organização do 28º Congresso Internacional de Missões dos Gideões Missionários da Última Hora, promovido pela Assembleia de Deus, em Camboriú, Serra falou para um público de 10 mil pessoas, acompanhado de líderes políticos da região.

O pré-candidato começou o discurso com “que todos estejam com a paz do Senhor”, tradicional saudação dos evangélicos. Em seguida, fez um pedido por orações: “Peçam que Ele me dê sabedoria para enfrentar as batalhas daqui por diante. Todas elas voltadas ao progresso do país”.
Peçam que Ele me dê sabedoria para enfrentar as batalhas daqui por diante”
José Serra (PSDB)

Ao longo do discurso, Serra falou sobre saúde e fez ligações entre passagens da Bíblia e sua atuação no Ministério da Saúde. Destacou ainda a importância da vacinação contra a nova gripe e criticou os fumantes.

“A pessoa que fuma sabe que o cigarro vai fazer mal, mas continua assim mesmo. Depois, adoece e mesmo assim continua fumando. Assim é uma pessoa sem Deus. Sabe que Ele está ali, mas não o procura”, afirmou o pré-candidato.

Serra foi tratado várias vezes como “futuro presidente”. No meio de sua oração, o pastor Cezino Bernardino pediu para que os fiéis rezassem para que Serra se elegesse e convidou o pré-candidato a voltar ao encontro no ano que vem como presidente da República.

Depois de ganhar uma Bíblia do pastor, Serra encontrou jornalistas para uma rápida entrevista. Defendeu o trabalho missionário das igrejas e evitou falar sobre a investigação contra o governador do Estado, Leonal Pavan (PSDB). “Não tenho avaliação sobre isso. Não conheço os termos desta investigação”, disse.

Ao sair do ginásio onde ocorreu o evento, foi saudado por uma multidão e fez o V de vitória. Após quase duas horas em Camboriú, seguiu com a comitiva em direção ao Aeroporto Internacional de Navegantes Ministro Victor Konder, de onde partiria de volta a São Paulo.

Fonte: G1 / Gospel+ 

Igreja Virtual
Faça Parte
Redes Sociais
fale conosco